Em decisão marcada por um jogo empolgante, com as duas equipes se alternando no comando das ações, o Silvio Pereira II levantou a taça do Campeonato Amador de Coronel Fabriciano na temporada 2016, na manhã do último domingo, no Estádio Louis Ensch, campo do Social.

Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal, gols feitos na primeira etapa, em cobranças de faltas e com a “colaboração” dos goleiros, restou a emoção maior das penalidades máximas, com a vitória do Silvio Pereira por 3 a 1 sobre o Caladão, que valeu a conquista do tricampeonato da cidade.

O jogo teve Guilhermino Lima na arbitragem, auxiliado por Geraldo da Silva e Jaider Vitor.

Falhas

O jogo começou com os dois times procurando o ataque. As seguidas jogadas de área deixavam claro que a torcida presente ao Luisão, em grande número, seria brindada com um duelo dotado de todos os ingredientes de uma decisão de título.

O Silvio Pereira II foi o primeiro a balançar as redes. Aos 13min, Luiz Fernando cobrou uma falta e contou com o vacilo do goleiro Jhúlio para abrir o marcador.

Aos poucos, o Caladão se refez desse revés e, aos 29min, chegou à igualdade no placar, em lance idêntico ao do tento adversário. No chute de Cleidinho, foi a vez de o goleiro Gló falhar no lance.

Depois do empate, as duas equipes continuaram articulando ações ofensivas na tentativa de marcar novamente para decidir o campeonato no tempo normal. No entanto, além de um melhor posicionamento defensivo, foi a vez de os goleiros se redimirem com intervenções precisas e algumas vezes corajosas.

Tricampeonato para o SP II – Conquista veio com a vitória por 3 a 1 sobre o Caladão. Confira no Diário do Aço.

Nesse panorama, o tempo normal terminou sem um vencedor, levando a decisão do título para a adrenalina das penalidades máximas. E foram necessárias apenas quatro cobranças para jogadores e torcida do tricampeão explodirem de alegria. Marcaram para o Silvio Pereira II: Dê; Diego Porto e Leonardo Torre.

Odilon Dias errou. Já o Caladão converteu apenas com Cleidinho. Jean errou e o goleiro Gló mostrou que tem estrela ao pegar os chutes de Robert Júnior e Walifer.

SILVIO PEREIRA II – Gló; Luiz (Dim), Du, Léo e Túlio; Alan Paul, Mayquim, Bigode (Juninho) e Hudson (Deivison Junior); Davi (Flaviano) e Dê (Diego Porto). Técnico – Adilson Pereira (Poeira).

CALADÃO – Jhúlio; José Carlos, Gugu, Vitor e Fernando Saraiva; Gleic, Jean, Robert e Igor Maia (Walifer); Matheus e Cledinho. Técnico – Nilson (Pisquila).

Sobre o autor

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários